Retomam os trabalhos na passagem inferior de Hytasa em Lora del Río

A Câmara Municipal de Lora del Río informou que a empresa AZVI já retomou as obras de construção da passagem inferior na zona de Hytasa, obra que contempla a conclusão da passagem após um investimento nesta fase de 1,5 milhões de euros, financiado pelo Ministério de Finanças.

Segundo o prefeito de Lora del Río, Francisco Javier Carrasco, “nesta ocasião pudemos verificar que as datas que nos foram adiantadas pela Administração de Infraestruturas Ferroviárias (Adif) foram cumpridas, desde a semana passada, a empresa AZVI retomou as obras de construção da passagem inferior Hytasa; Esta fase terá a duração de 3 meses, e contempla a conclusão do projeto.

A execução e conclusão deste projeto se deve à assinatura de um novo acordo de colaboração entre a Prefeitura de Lora del Río e a Adif, concretizado em 13 de dezembro de 2022 com a assinatura do vereador de Loreño, Francisco Javier Carrasco, e do presidente da Adif , María Luisa Domínguez. A assinatura do novo convênio -que atualiza o acordado por ambas as partes em 2017- garante a entrada em operação de uma nova passagem inferior, que facilitará a comunicação entre as duas áreas da cidade e permitirá a saída para a rodovia A-431.

Assim, a Adif vai investir 1,5 milhões de euros para a execução do novo projeto, que se soma ao orçamento estabelecido no acordo de 2017, que ascendeu a 1,8 milhões de euros. Até à paragem das obras, a Adif já tinha realizado obras no valor de mais de 1,3 milhões de euros.

A nova passagem subterrânea

Desta forma, o projeto contempla a construção da passagem inferior de pedestres e veículos no quilômetro 515/693 da linha férrea de bitola convencional Alcázar de San Juan-Cádiz, ao passar pelo município de Lora del Río, na área de Hytasa; o que é necessário para facilitar a comunicação entre as duas áreas da cidade, permitindo a saída para a rodovia A-431, cuja competência é a Junta de Andalucía.

A nova passagem inferior, que terá uma altura livre de mais de 4,2 metros e uma largura de 10,8, não implica qualquer impacto na habitação e usos terciários do ambiente. Terá calçadas com 1,5 m de largura, duas faixas para veículos, uma em cada sentido, e uma ciclovia à direita. A ação prevê ainda a execução das vias de acesso à passagem inferior, uma laje na rampa de acesso à referida passagem para dar continuidade à via urbana, bem como os desvios, substituição de serviços e adequação da envolvente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *