Onze meninos e meninas saharauis passarão o verão em Los Palacios

A sala plenária do Câmara Municipal de Los Palacios e Villafranca sediou na quinta-feira o recepção institucional dos onze meninos e meninas saharauis que chegaram à cidade para passar o verão com as famílias palacianas, através do programa solidário “Férias em Paz 2023”.

Os mais pequenos e as suas famílias anfitriãs com o presidente da Associação Humanitária do Saara Livre de Los PalaciosVerónica Jurado, à frente, foram recebidos pelo delegado municipal da Cooperação, Manuel Carvajal, e outros representantes da Corporação Municipal.

O delegado Manoel Carvajal acolheu-os e ficou satisfeito por este ano o número de meninos e meninas acolhidos pelas famílias palacianas ter aumentado para quase o triplo do ano passado, “estamos voltando aos níveis dos anos 90. É uma satisfação que estes meninos e meninas possam abandonar as condições de calor extremo vividas nos campos saharauis. “Acessar cuidados de saúde decentes, alimentação adequada e outras séries de direitos dos quais estão privados devido à sua situação atual no Saara”.

Além disso, Carvajal explicou que a iniciativa “Férias em Paz” permite “fortalecer os laços com as famílias que privilegiam a interculturalidade, um facto muito importante num momento em que se impõe uma onda de intolerância e ódio ao diferente”. Esses tipos de programas nos tornam mais tolerantes e valorizam as pessoas sem levar em conta sua origem, raça ou religião.

Para concluir, o delegado agradeceu às famílias palacianas “pelo esforço que fazem para acolher estes meninos e meninas, pelas suas demonstrações de solidariedade e também pelo trabalho incansável da Associação Humanitária Sahara Livre de Los Palacios”. Desejou ainda “um feliz verão aos mais pequenos e que possam fortalecer laços que duram a vida toda com as famílias anfitriãs”.

Da mesma forma o presidente da Associação Humanitária Sahara Livre de Los Palacios Verônica Jurado, destacou que este ano triplicou o número destes “embaixadores da alegria e da paz que vieram ao nosso povo. É um motivo de orgulho como mãe anfitriã e também para a associação e como cidade”, e convidou o número de famílias palacianas acolhedoras a continuar a crescer nas próximas edições.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *