40 jovens sevilhanos, confinados em Maiorca após viagem de final de ano

O Ministério da Saúde informou que 40 jovens sevilhanos ainda permanecem em Maiorcaa maioria deles no Hotel Palma Bellver, medicalizados pelo Departamento de Saúde do Governo das Baleares para que permaneçam isolados durante a quarentena preventiva.

Desse grupo de 40 pessoas são estudantes do instituto Néstor Almendros, em Tomares, que informou que 19 jovens estão em quarentena em Maiorca. Isso depois de uma viagem de final de ano e enquanto o “mega surto” em Maiorca abalou todas as comunidades.

Dos 19 jovens de Tomares, apenas cinco testaram positivo. Os demais terão que ficar em quarentena como medida preventiva. A Câmara Municipal de Tomares confirmou que está a trabalhar para que os alunos regressem a casa o mais rapidamente possível, embora de momento a data seja desconhecida.

Estes novos isolados juntam-se aos 476 andaluzes confinados pela viagem de final de ano a Maiorca, 213 são provenientes de Sevilha.

Esse ““megasurto” espalhou-se por várias Comunidades Autónomas, já que participaram da viagem jovens de diversas regiões. Os isolados são pessoas infectadas que viajaram e contatos próximos. Os resultados positivos desta viagem a Maiorca em toda a Espanha ascendem agora a 470 e há 2.000 contactos próximos registados.

Moreno confirmou que os infectados foram monitorados e estão isolados. Os testes PCR já começaram para detectar possíveis casos de contactos próximos.

Tudo isto enquanto em Espanha foi levantada a obrigação de usar máscaras ao ar livre, uma decisão que muitos criticam devido a possíveis surtos e por ainda não ter atingido um elevado número de pessoas vacinadas com o esquema completo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *